ECA – Efedrina, Cafeína e Aspirina. Quais os riscos desta poderosa combinação?

capsulasA ECA, combinação de Efedrina, Cafeína e Aspirina é um dos termogênicos mais utilizados pelos atletas de alta performance e por quem está sempre em busca de boa forma.
Mas, quais são os riscos que essa combinação pode trazer à sua saúde?
Saiba aqui a resposta e escolha o seu suplemento termogênico de forma consciente.

ECA – Efedrina, Cafeína e Aspirina entenda a composição
Antes mesmo de saber os riscos dessa combinação é importante que você entenda como cada substância age no seu organismo.
Efedrina: A efedrina é uma substância extraída de ervas asiáticas utilizada como medicamento para doenças respiratórias como a asma e doenças bronco pulmonares.
No entanto, a efedrina também ficou conhecida como uma substância termogênica capaz de acelerar o seu metabolismo para maior queima de gordura.
Por ser termogênica, um dos principais efeitos da efedrina é o aumento da temperatura corporal, além da bronco dilatação.
Por isso, se for usada de qualquer maneira, essa substância pode gerar efeitos colaterais que desequilibram as funções normais do seu corpo. Entre os efeitos estão:
• Aumento da frequência cardíaca;
• Sudorese;
• Dores de cabeça;
• Dependência.
Cafeína: A cafeína é um estimulante natural e muito utilizado por atletas por sua ação termogênica. Além disso, por ser um estimulante natural, ela aumenta a sua disposição.
Quando em combinação com a efedrina, a cafeína aumenta os seus efeitos e, assim como a efedrina, ela também aumenta a temperatura corporal.
Aspirina: O uso contínuo de aspirina há tempos tem sido usado como alvo de muitos estudos. Dentro desses estudos comprovou-se que ela causa problemas gástricos, mas cada organismo tem uma necessidade específica para o uso.
Por isso, o recomendado é buscar sempre orientação médica antes de iniciar o consumo.
Dentro da combinação Efedrina, Cafeína e Aspirina (ECA), esta última age para diminuir os efeitos termogênicos da cafeína e efedrina no seu organismo e consequentemente seus efeitos colaterais.

ECA – Efedrina, Cafeína e Aspirina e seus riscos
Até aqui explicamos como age cada uma das substâncias que compõe a ECA no seu organismo.
Mas, afinal, qual o maior risco dessa combinação?
Nós te responderemos.
Além dos efeitos colaterais que o uso excessivo dessas substâncias pode causar, no caso da efedrina você ainda pode ter um aumento da pressão arterial e comprometimento do sistema cardiovascular, ou seja, sobrecarregar o seu coração.
Sendo assim, é essencial fazer o controle da pressão arterial antes de iniciar com força total os seus treinos, além de fazer o acompanhamento dos batimentos cardíacos durante o treino.
E mais!
Muitos atletas têm o hábito de retirar a aspirina da combinação para potencializar ainda mais o efeito termogênico dela.
Não faça isso!
Você pode estar colocando ainda mais a sua saúde em risco promovendo o aumento da frequência cardíaca ao máximo.

Qual a dosagem recomendada de ECA?
As quantidades a serem utilizadas devem ser indicadas por um nutricionista mediante avaliação das necessidades individuais.
No geral, utiliza-se a proporção de 1:10:15, ou seja, a cada 1 grama de efedrina acrescenta-se 10 gramas de cafeína e 15 gramas de aspirina.
Além disso, as substâncias devem ser usadas por 15 dias consecutivos e depois você deve permanecer 15 dias sem o uso dessa combinação.

Considerações finais
A ECA – Efedrina, Cafeína e Aspirina – são um dos melhores termogênicos para auxiliar o ganho de massa magra, deixando seu corpo mais definido, porém, desde que utilizado da maneira correta e muito bem orientada por médicos e nutricionistas.
Quer ganhar massa magra e um corpo definido de um jeito saudável?
Então:
• Mantenha bons hábitos alimentares;
• Pratique atividade física com frequência e orientada por um educador físico;
• Tenha boas horas de descanso;
• Utilize os suplementos, seja ele termogênico ou não, com orientação nutricional.

E você, utiliza ou conhece alguém que faz uso da ECA (Efedrina, Cafeína e Aspirina) para potencializar o ganho de massa magra?
Se você gostou do que aprendeu não deixe de compartilhar!

Escrito por: Michelle C. L Dos Santos, Nutricionista.